Home Conheça Monte Azul História Nomes Antigos das Ruas da Cidade

Nomes Antigos das Ruas da Cidade

por Juliano F. Teles

Rua da Lagoa, depois Dr. Manduca (Cel. Manoel José da Silva Junior). Hoje Rua Presidente Vargas.
Rua do Coqueiro – depois dos Benjamins. Hoje Rua Governador Valadares.
Rua do Chouriço – depois Nove de Novembro. Hoje Edgar Araújo.
Rua do Umbuzeiro – Hoje rua Cel. Manoel Gonçalves.
Rua Pedro Fava, depois Dr. Manduca. Hoje Rua Professor Odon Oliva.
Rua Montes Claros – Hoje Av. 15 de Novembro.
Rua Quebra Viola – Hoje Rua Três de Outubro.
Rua da Ponte – depois Av. Olegário Maciel. Hoje Al. Manoel Teixeira da Silva. – (esta rua seguia como Av. Olegário Maciel da praça Cel. Silva até a antiga saída de Espinosa) hoje só depois da Praça Francisco Teles, é Av. Olegário Maciel.
Rua do Portão de Jaca – Hoje Rua Joaquim Alves Pereira.
Rua da Quixabeira – depois Rua 21 de Abril. Hoje Rua Almerindo Barbosa de Castro.
Rua da Igrejinha – Hoje Av. Raul Soares.
Rua do Sorobal – Hoje Rua 13 de Maio.
Rua do Cemitério (nome vulgar), também Rua do Sorobal – hoje Rua dos Fernandes.
Rua da Unha de Gato, Rua do Inferninho – hoje Rua 3 de Maio.
Rua do Cruzeiro, saindo da igrejinha de São João (nome vulgar) – hoje Rua Professor Afonso Prates.
Rua Minerva – hoje Rua Henrique Telles.
Praça Municipal ou Praça da Câmara – depois Praça do Mercado – hoje praça Cel. Jonathas.
Praça da Matriz – hoje praça Cel. Silva em homenagem ao Cel. Manoel José da Silva, avô do coronel Levy Sousa e Silva.
A Rua Odon Oliva também foi colocada o nome de rua Dr. Manduca, mas não foi aceito por alguns moradores, então continuou o mesmo nome. Os nomes das ruas Almerindo Barbosa de Castro e Edgar Araújo foram colocados no ano 2004, decretados pela Câmara Municipal.
Praça da Varginha – hoje Praça 7 de Setembro (Automóvel Clube).
Praça do Cemitério (nome vulgar) – hoje Praça 12 de Outubro.
Observação: a Rua dos Benjamins – hoje Governador Valadares parece que antes era Prof. Afonso Prates, nos registros consta que a verba liberada para a construção do Mercado (1901) também era para o calçamento da Rua Afonso Prates, que liga as duas praças; da Matriz e do Mercado.

Pesquisado por: José Pereira da Silva – Zé Eletricista
Trechos do Livro: História Política e Social no Tempo dos Coronéis – Tremedal – Monte Azul
Postado por: Juliano Figueirôa Teles